FOTO

Tráfico é uma das linhas de investigação para chacinas em Coruripe e Rio Largo

Outras hipóteses estão sendo avaliadas; secretário diz que polícia vai dar respostas

 Por Thiago Gomes e Larissa Bastos  

Secretário de Segurança diz que Polícia Civil vai dar respostas

FOTO: JOSÉ FEITOSA

O secretário de Estado da Segurança, coronel Lima Júnior, comentou, na manhã desta segunda-feira (14), que as duas chacinas vitimando vários jovens, ocorridas nesse fim de semana, fogem à normalidade e que as polícias estão integradas no sentido de identificar os responsáveis e a motivação. Uma das linhas de investigação é a provável relação das vítimas com o tráfico de drogas, mas outras possibilidades estão sendo analisadas.

O gestor informou que, desde que tomou conhecimento dos episódios (em Coruripe e Rio Largo), determinou apuração imediata por parte da Polícia Judiciária de Alagoas. “Esperamos a resposta que todos os casos têm tido da Polícia Civil, que é de identificação, saber qual a motivação, quem praticou e prender”, avalia.

Ele disse que não poderia ser leviano e se precipitar afirmando que os crimes estão diretamente ligados ao tráfico de drogas. Também, por outro lado, não poderia descartar esta hipótese, que acaba sendo a mais forte diante de outras em avaliação.

“Está muito cedo para identificar qualquer linha de investigação. Isso fica sob responsabilidade dos delegados que estão trabalhando nos casos e irão passar as evidências no momento adequado”, prometeu o secretário.

Corpos de quatro jovens foram encontrados na tarde desse sábado (12), em uma estrada vicinal no Pontal de Coruripe, no Litoral Sul de Alagoas. As vítimas foram executadas com disparos de arma de fogo na região da cabeça.

Pouco mais de 12 horas após registrar a morte de quatro jovens e de um quinto baleado no Pontal de Coruripe, uma nova chacina ocorreu na manhã deste domingo (13), desta vez no bairro Mata do Rolo, em Rio Largo. Três jovens, de identidade ainda desconhecidas, foram encontrados mortos em uma estrada de terra próximo a uma fábrica de água mineral na região, a pouco metros da BR-104.

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA