FOTO

Professor usa criatividade para dinamizar aulas de História

José Claudevan é docente desde 2001 e dá aulas a estudantes da Escola Estadual Manoel de Araújo Dória

Método adotado pelo professor mantém o interesse dos alunos mesmo após a aulaMétodo adotado pelo professor mantém o interesse dos alunos mesmo após a aula(Fotos: Valdir Rocha)

Texto de Manuella Nobre

Imagine chegar à escola e se deparar com Martinho Lutero, precursor da Reforma Protestante na Europa. Ou mesmo com um navegador português do século XVI ou o imperador francês Napoleão Bonaparte. Esta é a rotina nada previsível dos estudantes da Escola Estadual Manoel de Araújo Dória, no Conjunto Henrique Equelman, em suas aulas de História. Tudo isso é possível graças ao dinamismo e criatividade do professor José Claudevan Alves.

 

Aulas interativas / (Fotos: Valdir Rocha)

 

Em uma mistura de entusiasmo, gratidão e amor à profissão, ele incorpora os mais variados personagens históricos para deixar suas aulas mais atraentes e proporcionar maior aprendizado aos estudantes do ensino fundamental.

 

Oriundo da escola pública, Claudevan foi aluno da Escola Estadual Virgínio de Campos, na Ponta da Terra, de onde trouxe o exemplo da professora Rosa, de Geografia, que utilizava desenhos para ensinar. Ele investe ainda na confecção de personagens, produção de cenários, músicas e dá um show de criatividade para transmitir seus conhecimentos.

 

Das páginas à prática

 

Docente desde 2001, ele ingressou na rede estadual em 2010 e há sete anos atua no ‘Dória’, como a escola é conhecida. De lá para cá muitas histórias são recontadas de maneiras bem especiais e métodos nada convencionais.

 

Aulas interativas / (Fotos: Valdir Rocha)

 

“Fujo da ‘decoreba’ e repasse de datas que às vezes não fazem sentido. Quando entro em sala não sou o Claudevan, trago o personagem e foco no assunto, utilizando música, desenhos e outros materiais. Quando usamos a questão visual, situamos e ajudamos o aluno a entender e fixar o conteúdo. Pesquiso em livros, internet, em filmes, vou ao comércio em busca de itens para confeccionar as fantasias e, se não achar, eu mesmo produzo e monto meus personagens”, explica o professor.

 

Ele fala como surge a inspiração para seus trajes. “Para a aula sobre a conquista do Oeste americano, aplicada aos meninos do 8º ano, criei um xerife, enquanto para a aula sobre o Egito Antigo do 6º ano, fiz esta caracterização de Anubis, deus dos mortos na mitologia egípcia. Entro na sala já falando, adaptando à língua do personagem, mas de uma forma que entendam. Eles riem, brincam, mas depois incorporam a ideia e interagem. É gratificante”, declara Claudevan.

 

Aulas interativas / (Fotos: Valdir Rocha)

 

Aprendizado garantido

 

A inovação surtiu efeito. As personalidades históricas que têm passeado pelos corredores e salas de aula do Doria não só atraem olhares, mas têm garantido aprendizados e muitos ‘selfies’ por onde passam.

 

“Aprendemos sobre as 13 Colônias do Norte, a ocupação do lado Oeste dos Estados Unidos e a guerra contra os nativos, os índios, pela posse das terras”, explica Maria Clara Bernardo da Silva, estudante do 8º ano.

 

Aulas interativas / (Fotos: Valdir Rocha)

 

“Já respondi questão da prova na semana passada só pelo desenho dele”, afirma a colega Janette Emanuelle.

 

“Ele já veio de Napoleão (Bonaparte), de rei e com a bandeira da França, para falar sobre Revolução Francesa, de pirata e as caravelas, de clero, de xerife, são muitas fantasias”, relembra Natalha Santos de Gusmão, da mesma turma.

 

Aulas interativas / (Fotos: Valdir Rocha)

 

Na sala dos professores, onde muitas vezes a produção começa, a interação e troca de experiências também acontecem. “Ele gosta de surpreender e ver o concreto ajuda, sim, na fixação dos conteúdos”, considera a professora de Artes, Aldina Medeiros.

 

A diretora-geral Ana Adélia de Melo, diz que os personagens de Claudevan ajudam a fixar melhor o aprendizado. “Os alunos ficam encantados, principalmente os do 6º ano, pois para eles é uma novidade”, conta a gestora, cuja escola conta com 700 alunos do 6º ao 9º ano.

 

Aulas interativas / (Fotos: Valdir Rocha)
Aulas interativas / (Fotos: Valdir Rocha)
Aulas interativas / (Fotos: Valdir Rocha)
Aulas interativas / (Fotos: Valdir Rocha)
Aulas interativas / (Fotos: Valdir Rocha)
Aulas interativas / (Fotos: Valdir Rocha)
Aulas interativas / (Fotos: Valdir Rocha)
COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA