Em época de Fake News o Verdadeoumentira.com.br nasceu para combater as notícias inverídicas.

O “Verdade ou Mentira” foi criado para os visitantes distinguirem a informação verídica divulgada na internet, principalmente em grupos de Whatsapp, das notícias infundadas que só fazem confundir a cabeça do internauta e causar sérios problemas decorrentes de informações caluniosas.

CREDIBILIDADE

O verdadeoumentira.com.br busca sempre a verdade, partindo fontes oficiais ou de credibilidade em veículos de comunicação de confiança. O website não possui nenhum propósito em disseminar notícias falsas, as famosas FAKE NEWS, pelo contrário, o intuito é de combater esta prática que viraram uma febre no mundo virtual.

A página é bem dinâmica e conta também com separações de categorias (Nacionais e Internacionais), além é claro de uma boa navegação nas nuvens de tags onde você pode acompanhar todas as notícias verdadeiras publicadas no site, como também as mentirosas que são ventiladas em todos os meios de comunicação, inclusive nas redes sociais como Whatsapp, Facebook, Instagram, Twitter e outras.

Agora você pode contar com mais um site que lhe trará toda a verdade sobre tudo que está sendo divulgando na grande rede. Será mais uma ferramenta para combater os boatos de internet.

DICA PARA NÃO CAIR NA FAKE NEWS

Quando se deparar com um conteúdo, ler a notícia por completo e não parar apenas no título ou nas primeiras frases; tentar entender o que está sendo dito.

Se perguntar sobre até que ponto a notícia escrita tem chances de ser falsa.

Quando a fonte não está descrita no texto, é importante fazer uma pesquisa, ver se foi publicado em outras fontes confiáveis.

Quando a notícia tem um caráter muito alarmista, desconfie: conteúdos compartilhados com avisos como “Atenção! Alerta! Cuidado!” têm grandes chances de serem falsos já que essa é uma estratégia usada pelos produtores de fake news para propagá-las.

Quando o texto tem muitas características vagas também há uma chance de ser falso. Se o conteúdo não cita a data em que o fato teria acontecido, não fala onde ocorreu, quem foram os envolvidos, cuidado.

Desconfie também de um pedido de compartilhamento. Essa é uma tática para ajudar na sobrevivência do boato. Exemplo: conteúdos com a mensagem “compartilhe antes que apaguem essa informação”.

Verifique os erros de português, as notícias falsas não têm muito apreço pela correção gramatical

 

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA