Jackson expõe projeto da rodovia SE 100 Norte aos vereadores de Pirambu

O governador em exercício, Jackson Barreto; o secretário de Estado da Infraestrutura, Valmor Barbosa; e o secretário de Estado do Meio Ambiente e Recursos Hídricos, Genival Nunes, detalharam aspectos relacionados ao projeto que prevê a construção de uma entre os municípios de Pirambu (através do povoado Aguilhadas) e de Pacatuba (no povoado Atalho), integrando os litorais Sul e Norte do estado por rodovias pavimentadas. O ato ocorreu no plenário da Câmara de Vereadores de Pirambu na noite desta quarta-feira, 13.

Jackson Barreto falou sobre sua expectativa em relação à conclusão da obra a partir do processo que será deflagrado a partir da concessão da licença ambiental. “Se dependesse só de mim, já estaríamos concluindo esta obra. Como todos sabem, o Proinveste levou nove meses para ser aprovado, o que atrasou toda a programação e, além disso, temos que respeitar a fase de análise que é realizada pelos técnicos ambientais, que é justamento o que ocorre hoje. A partir da concessão da licença ambiental, nós deflagraremos o processo que, em um ano e meio, conforme previsões, concluirá mais essa conquista para os sergipanos”, informou.

Ilha do Rato

Durante o ato, o governador também anunciou que já está em curso um programa para realocação das famílias que habitam uma localidade conhecida como “Ilha do Rato”, transferindo-os para habitações estruturadas para oferecer mais dignidade. “O projeto já está pronto, os recursos assegurados e a área já foi desapropriada”, anunciou o governador em exercício, ao relatar uma série de investimentos que beneficia a região Norte do estado, a exemplo do maior investimento em rodovias realizado em Sergipe.

“Temos rodovias interligando este e outros municípios dessa região que atestam o notável trabalho realizado neste governo, idealizado pelo governador Marcelo Déda para gerar desenvolvimento”, mencionou Jackson Barreto, ao relatar como exemplo a própria rodovia que liga a Barra dos Coqueiros a Pirambu, que recebeu investimentos, duplicação e iluminação em todo o seu trajeto.

A Obra

Na sequência, o secretário Valmor Barbosa explicou detalhes da obra com a utilização de slides, detalhando todos os cuidados adotados na programação de uma obra que margeia uma reserva de proteção ambiental.  “Esta é uma rodovia que terá 45,8 quilômetros de extensão, com 12 metros de largura, consolidando a ligação rodoviária entre os litorais Norte e Sul do estado. Temos consciência de toda a importância, os efeitos e perspectivas que ela representa e, por isso, a exemplo das diversas obras que realizamos em todo o estado, ela obedece rigorosamente ao que determina a legislação, no tocante aos cuidados ambientais e interação com as comunidades”, afirmou o secretário ao descrever, por exemplo, o cuidado que se tomou em reduzir a chamada faixa de domínio nos locais onde a pista atravessará zonas urbanas, visando proteger os moradores.

O secretário também chamou a atenção para a concepção da nova rodovia que obedecerá ao traçado original da estrada já existente, minimizando os eventuais impactos ambientais. “Estamos aproveitando o traçado original e adequando-o aos princípios da engenharia, além de instalar estruturas como a drenagem, por exemplo”, ilustrou Valmor Barbosa, ao descrever que serão realizadas 567 desapropriações de imóveis em todo o trajeto da nova rodovia. “A exemplo do que já viemos fazendo em todo o estado, pretendemos que aqui também não tenhamos nenhum problema nas desapropriações, como nas milhares de operações que já realizamos”, lembrou.

Sustentabilidade  

Reafirmando o compromisso do atual governo com a preservação ambiental, o secretário Genival Nunes explicou que, a exemplo de todas as obras realizadas pela administração estadual, esta também obedece rigorosamente aos ditames legais. “Todas as obras desse governo passam por análise ambiental. Para se ter uma ideia, o Governo do Estado investiu cerca de 100 mil reais para confeccionar o Estudo de Impacto Ambiental e o Relatório de Impacto ao Meio Ambiente (EIA –Rima), já que a estrada passa pela Reserva Biológica Santa Isabel, que é um patrimônio do povo de Pirambu e dos sergipanos. Temos o compromisso de preservar justamente as belezas que farão a peculiaridade dessa estrada”, contextualizou Genival Nunes, ao mencionar as tratativas entre técnicos da Administração Estadual do Meio Ambiente (Adema) e técnicos do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), responsável pela reserva, que também estavam presentes.

Realização

Para o presidente da Câmara Municipal de Pirambu, vereador Heribaldo Carvalho (Badinho), este foi um momento de realização para o Poder Legislativo e para todo o povo de Pirambu. “Contar com o governador em exercício e os seus secretários para apresentar o projeto e discutir ideias sobre essa realização histórica, é mais uma conquista histórica para o nosso povo. Quando foi que um governador veio até aqui para discutir, ouvir e dar explicações sobre uma obra?”, questionou Badinho. “Essa é um momento onde todos os vereadores e a população de Pirambu estão realizados e vislumbrando um futuro promissor, já que essa obra vai gerar empregos e trazer desenvolvimento”, avaliou.

Também participaram da sessão solene os vereadores Acácia Cruz, Antônio Ferreira, Deiviane Santos, Else Morais Neta, Geilza Nascimento, Gilvânia Cruz e Juarez de Deus, além de representantes de organizações, movimentos sociais e a população do município.

Por Agência Sergipe

Compartilhe!

Essa notícia há 0 Comentários

Deixe um comentário