Por Raphael Zarko, Rio de Janeiro

20/07/2017 00h26  Atualizado há 1 hora

O Flamengo seguia com o placar de 2 a 2 contra o Palmeiras quando o árbitro assinalou pênalti a favor dos donos da casa aos 26 minutos do segundo tempo. Aos 28, Diego partiu para a cobrança, mandou bola rasteira, no canto esquerdo, e Jaílson voou para espalmar. O “fantasma” do desperdício deixou o meia cabisbaixo na saída do estádio.

Chateado, Diego ouviu gritos de apoio da torcida tanto após o lance perdido, quanto ao fim do jogo. O apoio incondicional é bem-vindo, mas o incômodo com a falha maltrata.

– A reação do torcedor prova esse carinho. Isso me deixa extremamente feliz. Mas hoje vai ser uma noite complicada, sem dúvida nenhuma. Eu tive a chance de gol ali, nos meus pés. Bati aonde queria, fiz certo, mas o goleiro foi feliz. É um erro que incomoda muito. Seria uma outra situação se a bola tivesse entrado.

Pênalti perdido à parte, Diego foi muito questionado sobre os protestos da torcida contra Zé Ricardo. O camisa 35 saiu em defesa do técnico rubro-negro e elogiou esforços.

– Entendemos a insatisfação dos torcedores. Não temos o que falar, e sim o que fazer. Temos total confiança no Zé. ele tem mostrado entrega gigante nos treinos e jogos para encontrar a melhor forma do time jogar. estamos satisfeitos com ele. A vitória não veio. Busca de todas as formas um equilíbrio, um melhor desempenho dos jogadores. É um momento de falar pouco e se dedicar muito.

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA