foto

Agentes penitenciários aperfeiçoam técnicas para intervir rápido em presídios

Profissionais da Seris participam de capacitação com membros do Exército, da PRF e do Depen, no Distrito Federal

Ressocialização fortalece segurança no cárcere fomentando conhecimento entre os agentes penitenciáriosRessocialização fortalece segurança no cárcere fomentando conhecimento entre os agentes penitenciáriosJorge Santos

Texto de Maysa Cavalcante

A capacitação contínua dos agentes penitenciários está dentro das diretrizes da Secretaria da Ressocialização e Inclusão Social (Seris). No período de 3 a 13 de abril, dois profissionais da Seris participarão do 20º Curso de Intervenção Rápida em Recinto Carcerário – Módulo Básico, organizado pela Subsecretaria do Sistema Penitenciário do Distrito Federal, naquela unidade federativa.

 

Para ser qualificado, é necessário muito foco e disciplina. O curso conduzido pela Escola Penitenciária do Distrito Federal e Diretoria Penitenciária de Operações Especiais (DPOE) ocorre em regime de internato, exigindo dos participantes exclusividade e aptidão para participar de instruções a qualquer hora do dia ou da noite.

 

Ao retornarem da capacitação, os agentes penitenciários José Rubens e Emir de Moraes, que fazem parte do Comando de Operações Penitenciárias (COP) e Grupo de Escolta, Remoção e Intervenção Tática (Gerit), serão multiplicadores do conhecimento. Eles irão disseminar as técnicas de intervenção rápida entre os demais agentes penitenciários, fortalecendo a segurança nos presídios.

 

De acordo com o gerente do COP, Júlio César Cutrin, as vagas destinadas para Alagoas pela DPOE potencializam os serviços desenvolvidos pela Seris. “Após o curso, contaremos com um total de cinco interventores, que irão propagar o conhecimento tático e técnico adquirido durante as aulas”, afirmou o agente penitenciário.

 

 

“A oportunidade de participar de um curso da DPOE, uma referência no país quanto ao conhecimento tático, além de trocar experiências com integrantes de diversos segmentos da Segurança Pública, sem dúvidas, agregara benefícios para o sistema penitenciário como um todo”, concluiu o gerente.

 

Além dos servidores da Seris, também participam do vigésimo Curso de Intervenção Rápida em Recinto Carcerário – módulo básico, membros do Exército Brasileiro, Polícia Rodoviária Federal (PRF) e Departamento Penitenciário Nacional (Depen).

 

Jorge Santos
Jorge Santos
Jorge Santos

 

 

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA